23 abril 2011

23 de abril - Dia Internacional do LIVRO

Na Catalunha, na Espanha,  há uma tradição belíssima,  a cada livro vendido uma rosa é dada de presente.
Como essa homenagem começou?
Ninguém sabe bem ao certo como começou.
Mas, há uma relação com o dia de San Jordi ou São Jorge, como conhecemos por aqui.
Dizem que do sangue derramado pelo dragão derrotado pelo santo nasceu uma rosa.
Por isso, a flor é distribuída. Em representação à vitória de San Jordi sobre o mal.


Já o dia internacional do livro é assim comemorado em função da data de morte de dois grandes escritores de todos os tempos: Miguel de Cervantes e William Shakespeare. 
(Clique no título acima e saiba mais a respeito)


Só dá para saber mesmo que ambos, o livro e a flor, nos encantam de todas as formas.
Bem, assim é o LIVRO. E assim são os autores e os leitores - verdadeiros ENCANTADORES do tempo!
Um livro aproxima culturas, derrama lágrimas, amplia conhecimento, traz amigos, nos preenche de alegria ... É pura magia!


Em homenagem ao dia especial, segue um trecho de uma das obras mais conhecidas de Miguel de Cervantes,  que data de mais de 400 anos de existência, Don Quixote de La Mancha


A batalha dos moinhos de vento 
"Dom Quixote e Sancho Pança chegaram a um local onde havia trinta ou quarenta moinhos de vento. Dom Quixote disse a Sancho Pança que havia dezenas de míseros gigantes que ele ia combater. Sancho pediu para Dom Quixote observar melhor, pois não eram gigantes e sim moinhos (...)"




                                                                                imagem via google

3 comentários:

Júlio Aires disse...

Cervantes é um dos meus favoritos
entre tantos outros autores
Obrigado por partilhar

Naná Martins disse...

Bem vindo, Julio!
É simplesmente delicioso.
Beijocas e apareça sempre!

jean rodrigues escultor disse...

adoro Dom Quixote, ele fez de seu mundo um lugar de aventuras fantásticas e nos ensina muito