12 junho 2011

TREM DE HISTÓRIAS - O EMBARQUE!

Muito bem!
Eis que chegamos para o embarque na estação do Trem de Histórias.
O trabalho ficou muito lindo! E conta com muitas histórias fantásticas.
Lá você vai achar o meu conto O Cavaleiro de Ferro ilustrado pela Carla Pilla. 

Se posso falar um pouquinho dele? Posso sim.
É uma história, dentro de uma outra história,  dentro de outra. 
Ou seja, é um embarque dentro de outro, dentro de um outro e outro. Como nos chama assim a vivenciar nosso Trem de Histórias.

O personagem principal é o menino Felipe. Um jovem que vive em um outro tempo, lá na frente,  no século XXII, no ano de 2102. O mundo parece ter evoluído. A divisão política do universo toma outra forma.  E como os restaurantes de hoje, que existe um em casa esquina, naquele século existem estações literárias interplanetárias. Uma em cada canto do espaço, se podemos dizer assim. Cada estação literária dedica-se por um tema e um período no tempo. São leituras em telas grandes em ambiente virtual. A meninada dessa época é plugada na literatura literalmente.

Dessa vez, Felipe embarca para a estação literária do século XX. E nessa leitura vai achar a história de um outro menino, o Guto, que mora com sua tia e seu avó, e mais dois bichanos: Gezebel, uma gata siamesa e Tonton, um hamster branco. Uma pitadinha de família, uma de sentimento, com mais outras pitadinhas divertidas. 

Os animais de estimação fazem algumas travessuras que acabam numa aventura de gato e rato. E é nessa hora que a história entra em outra. Os traquineiros, Gezebel e Tonton,  acabam por cair numa trapalhada no  Cavaleiro de Ferro, um trem de brinquedo  de 1938 vindo da Alemanha, paixão de Guto que herdou de seu  avô Luciano. Ambos amam ferromodelismo. Amor esse que passa de geração em geração.

Tudo isso chama a atenção de Felipe que está degustando a história lá da estação literária!
E espero que tenha chamado a sua também! Pois, esperamos você na estação de embarque do Trem de Histórias, no nosso século, o XXI, pela narrativa da autora que vos escreve nessas linhas! 

Trem de Histórias - 20 escritos e ilustrações encantadores que aguardam a sua preciosa visita.

Naná, Aninha e Raquel no Salão FNLIJ

Algumas curiosidades do texto O Cavaleiro de Ferro:
Wu: significa o número cinco em chinês.
Distrito Centúria: na ficção do conto, é uma região entre os planetas Terra e Marte onde estão as estações literárias. Sendo uma alusão ao tipo de formação da infantaria do antigo exército Romano, que no conto toma a disposição da formação das estações literárias.
Região Federada: na ficção do conto, o Universo está dividido em regiões federadas ou seja um grupo de planetas habitados comandado, nesse caso,  pelo planeta Terra.
Cavaleiro de Ferro: Antes da criação das comboios à vapor, as máquinas de ferro (carruagens e semelhantes) eram puxadas em trilhos por animais. Vem do inglês iron horse.
Ferromodelismo: É um hobby, passa tempo, que consiste em construir miniaturas de trem e seus acessórios a partir de modelos do tamanho normal.
Marklin:  É uma empresa tradicional alemã que fabrica miniaturas de trem. A fábrica foi criada em 1859 por Theodor Friedrich Wilhelm Marklin e existe até hoje.


Para ter o Trem de Histórias em mãos?
Aqui vai:  O livro nos formatos impresso (capa dura) ou e-book poderá ser adquirido pelo site da Editora Caki Books - http://www.cakibooks.com.br/. E também nas lojas Gato Sabido - http://www.gatosabido.com.br/ e Amazon -  http://www.amazon.com/

2 comentários:

Rafael Fernandes Henrique dos Santos disse...

nossa que legal amei


rafa
rafersom.blogspot.com

Naná Martins disse...

Obrigada, Rafael!
Apareça sempre. Passarei também no seu blog.
Beijocas, Naná